Seja bem-vindo ao Repórter Especial

acompanhe-nos:

POLÍTICA

Aras não usará verba pública e diz que pagará viagem ao Vaticano
Novo PGR pediu licença entre os dias 9 e 15 de outubro para acompanhar a canonização de Irmã Dulce
Por Repórter Especial
04/10/2019 - 15h43
Evsristo Sá/AFP

Após pedir licença para sair do país entre os dias 9 e 15 de outubro, o novo Procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras, acompanhará a canonização de Irmã Dulce e pagará com recursos próprios. A canonização acontecerá no Vaticano e o chefe do Ministério Público Federal (MPF) integrará a comitiva brasileira, participando do evento como representante da entidade.

O valor do deslocamento estimado inicialmente pela Secretaria de Cooperação Internacional da PGR, era de R$ 67,5 mil, e seria bancado pelo Ministério Público. Pelas estimativas, a passagem de Aras em classe executiva sairá por R$ 22,1 mil.

voltar página anterior
IR AO TOPO