Seja bem-vindo ao Repórter Especial

acompanhe-nos:

SAÚDE

USP descobre como vírus deixa Leishmaniose mais agressiva
Estudo abre caminho para novas formas de tratar a doença
Por Repórter Especial
02/12/2019 - 16h44
Divulgação/Agência Brasil

Uma pesquisa, desenvolvida pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP), mostrou como um determinado vírus faz com que a leishmania, protozoário causador da leishmaniose, torne-se mais agressiva aos humanos.

"Quando a leishmania infecta as pessoas fica uma queda de braço. Ela querendo sobreviver e nosso sistema imunológico tentando eliminar o parasita. Mas, quando a leishmania tem o vírus, ele' desliga' alguns dos mecanismos do nosso sistema imunológico que combatem o parasita", destacou o autor da pesquisa, Renan Carvalho, cientista do Departamento de Biologia Celular e Molecular e Bioagentes Patogênicos da FMRP-USP.

voltar página anterior
IR AO TOPO